Jump to content
Tierri Lopes

Source Metin2

Recommended Posts

A versão anterior foi descontinuada.

 

Esta versão tem como base a source mainline.

Corrigidos todos os avisos.

Contém todas as correções de sql injection.

Contém tudo o que a versão anterior tinha.

 

Please login or register to see this image.

 

Password web_api modificada para: QbBsxFZnmcPC8n6fuk6byGjMKxSUJQNxpJuCQ6LKRtX3Ycy8QM (AVISO! Modificar esta password para uma diferente e forte)

 

 

Como usar o ficheiro ova(virtualbox)?

1- Instalar o VirtualBox

2- Abrir o VirtualBox

3- Extrair o ficheiro mt2source.7z

4- Ir a File-->> Import Appliance e selecionar o ficheiro ova.

5- Editar as definições da máquina a vosso gosto (memória ram, placa de rede, etc)

Como usar o ficheiro ova(vmware)?

1- Instalar a Vmware Workstation

2- Abrir a vmware

3- Extrair o ficheiro TMT_metin2_src.7z

4- Ir a File-->> Open e selecionar o ficheiro ova.

5- Editar as definições da máquina a vosso gosto (memória ram, placa de rede, etc)

Compilação game:

 

Please login or register to see this spoiler.

 

  • Like 2
  • Upvote 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Gamers

Alguém ajuda corrigir?

 

EN: Creating ../db...

PT: Criando ../db...

../../libsql/libsql.a: file not recognized: File truncated

collect2: error: ld returned 1 exit status

Makefile:35: recipe for target '../db' failed

gmake: *** [../db] Error 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Penso que o que a Kushina disse deve ter resolvido.

 

 

Uma pequena explicação:

 

Na source original, existem os seguintes comandos:

 

gmake

gmake all

gmake -jX (dizem para meter gmake -j20)

gmake clean

 

Nesta source esses comandos têm outros nomes:

 

build equivale ao comando gmake

clean equivale ao comando gmake clean

rebuild equivale ao comando gmake clean & game all

Não existe nenhum comando pré-feito equivalente ao gmake -jX, e passo a explicar.

 

O argumento -j, equivale ao número de jobs (leia-se número de ficheiros a serem compilados ao mesmo tempo). É vulgar dizerem para se utilizar o argumento como -j20, o que é errado. O número de jobs deve ser adaptado ao número de núcleos (virtuais ou físicos) do processador, de modo a obter o melhor desempenho.

 

Por exemplo um processador com 4 núcleos, idealmente o argumento -j seria -j4, de modo a utilizar um desses núcleos para cada ficheiro (não é bem assim que funciona mas é para simplificar). Como é óbvio, utilizar por exemplo -j20 num processador com 4núcleos, apenas fará com que tempo de compilação possa até aumentar ao invés de reduzir, especialmente se forem ficheiros grandes.

 

Esse comando foi ignorado e é recomendado apenas utilizar o build/rebuild para que a compilação seja feita ficheiro a ficheiro. Porquê?

Caso o argumento -j seja usado, e imaginando que ele está a compilar os tais 20 ficheiros ao mesmo tempo, quando encontrar um erro irá abortar é certo, mas o erro poderá não ser facilmente perceptível, devido ao output também incluir os ficheiros abortados.

 

Por essa razão, não utilizando o argumento -j a compilação será mais lenta sim (isto no caso do rebuild. Para compilações rápidas poderão usar o build que só compila os ficheiros modificados e/ou derivados do mesmo)., no entanto mal aconteça um erro a compilação será interrompida e o erro mostrado será logo no ficheiro e localização correcta, não sendo necessário andar a procura do mesmo. Isto é ainda mais essencial para quem se está a iniciar.

  • Upvote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas Tierri,

 

Será que consegues dizer ao certo o que é que esta souce já têm mesmo?

Pelo que reparei algumas coisas básicas já vinham feitas.

Tais como:

 

-6/7

-Venda de mármores de benção nas lojas

-Outras coisas

 

Assim era mais fácil para conseguir organizar.

 

Claro, se possível

 

Cumpz

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Gamers

É uma ótima source bem limpa de bug's e os sql tudo protegido...

 

Vou começar aperfeiçoar a mesma obrigado tierri!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aqui faz download a 15MB/s.

 

Isto não é apenas source, logo não poderá ser disponibilizada em tar.gz. É uma máquina virtual já preparada com a source incluída.

 

Não colocarei fora da máquina virtual para evitar problemas a quem se esteja a iniciar, pois desta forma está tudo preparado já.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estas máquina não deixa montar files em cima, nem instalar o mysql e ports..

Portanto tenho de usar outra vdi como base

 

 

EDIT: RESOLVIDO.. Copiei a source para outras files Please login or register to see this image. /emoticons/biggrin.png" alt=":D" srcset="https://m2dev.net/uploads/emoticons/[email protected] 2x" width="20" height="20">

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esta máquina foi criada com vmware.

Deve-se utilizar vmware e não virtualbox.

 

NÃO, e repito, NÃO se deve configurar ips manualmente.

Para usar essa imagem, esquecer todo e qualquer tutorial existente na internet. Os tutoriais em que se define um ip manualmente são completamente obsoletos e não devem de todo ser utilizado com esta máquina virtual ou qualquer outra que eu aqui coloque.

Instalar vmware, importar a máquina e ao ligar a máquina utilizar o comando "ifconfig" para saber qual o ip. Dessa maneira a ligação à internet fica correctamente configurada automaticamente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.

Our website is made possible by displaying online advertisements to our visitors.
Please consider supporting us by disabling your ad blocker.
You will be able to see content when you disable your adblocker and enable javascript.